Mitos e verdades sobre a

Previdência privada

Como funciona a previdência privada e será que realmente vale a pena investir?

Se você é uma pessoa que se preocupa com o futuro, pensa em formas de poupar para completar a aposentadoria ou para atingir metas de longo prazo já deve ter feito esses questionamentos.

Os fundos de previdência têm vantagens interessantes e mecanismos que facilitam no momento de guardar dinheiro. É possível escolher o plano de acordo com seus objetivos e contribuir pelo tempo definido. O saque pode ser solicitado como renda mensal ou total.

Provavelmente você deve escutar muitas coisas acerca dessa modalidade de investimento, mas será que tudo o que tem escutado por aí é válido?

Agora você vai conhecer mitos e verdades acerca desse tema tão discutido e sanar muitas de suas dúvidas.

Existe apenas um tipo de Previdência Privada.

Mito. Há dois tipos de fundos de previdência: o Plano Gerador de Benefício Definido (PGBL), que permite abater as aplicações na declaração anual do Imposto de Renda (IR), ou seja, quem faz declaração de IR completa tem a possibilidade de abater até 12% da renda bruta anual. A cobrança de IR acontece sobre o valor total da aplicação no momento do saque. O 2º tipo é o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), que não permite a dedução de até 12% da base de cálculo, o imposto incide apenas sobre os rendimentos no momento da retirada, por isso são indicados para pessoas não assalariadas, isentas do IR ou que fazem a declaração simples.

Não é possível realizar a mudança do plano depois de contratar, por isso, esteja atento para escolher a melhor opção para o seu perfil.

 

O Imposto de Renda é pago no fim da contribuição.

Verdade. A tributação acontece no início do recebimento da renda ou do resgate. Para realizar o pagamento do Imposto de Renda, é possível escolher entre a tributação regressiva ou progressiva.

No que consiste esses dois tipos de tributação? A opção regressiva é ideal para quem pretender investir para a aposentadoria e manter o montante aplicado com foco no longo prazo. Assim, a alíquota varia de 35% nos dois primeiros anos a 10% para manter a aplicação por mais de dez anos.

Já na opção da modalidade progressiva, a alíquota se relaciona com valores que são recebidos de acordo com a faixa de IR.

 

Devo começar a investir em Previdência Privada o quanto antes.

Verdade. O investimento em Previdência Privada pode acontecer em qualquer momento da vida, não existe idade mínima, por isso, quanto mais cedo, melhor. Dessa forma você poderá acumular seu patrimônio mais rapidamente e fazer o seu dinheiro render bem mais, tornando seu futuro seguro e com uma renda mais satisfatória.

Quanto mais tempo você leva para tomar essa decisão, maior é o aporte que deverá disponibilizar a fim de obter um bom valor. Além disso, ao optar pela modalidade regressiva, quanto mais tempo o dinheiro ficar nesse investimento, menor pode ser o imposto pago.

 

O valor não pode ser resgatado antes do vencimento.

Mito. O valor total e o parcial podem ser solicitados a qualquer momento. No entanto, é cobrada a taxa de imposto no momento do resgate, de acordo com o regime de tributação. Por isso é importante ter atenção.

A tributação progressiva pode ser interessante para quem acredita que vai precisar do dinheiro em curto prazo. No momento do resgate a cobrança da alíquota é de 15% e pode ser ajustada na declaração do IR a diferença entre o imposto pago e o valor devido.

De acordo com o contrato a carência do plano pode variar. Tenha atenção quanto a isso. Podem existir regras para o período mínimo entre dois saques consecutivos.

 

Previdência Privada é somente investimento para aposentadoria.

Mito. A Previdência Privada além de ser uma aplicação que pode gerar uma aposentadoria tranquila, também pode ser usada como um complemento ao benefício do INSS, garantindo uma renda bem melhor para o seu futuro.

 

A aplicação inicial em Planos de Previdência Privada é alta.

Mito. As aplicações iniciais podem ser bem acessíveis e com diferentes períodos de acumulação. Você pode encontrar planos que estejam de acordo com seu perfil e condições, mas também pode aumentar seus investimentos ao longo do tempo.

Conforme sua evolução financeira acontece, você pode acelerar o acúmulo de patrimônio para ter uma renda maior no futuro.

 

Os planos são todos conservadores.

Mito. Existem diversas opções, e elas devem ser analisadas de acordo com seus objetivos, seu perfil e tolerância aos riscos.

Existem planos mais arrojados para quem busca por mais chances de rentabilidade. Mas para quem preza pela maior segurança, a opção mais conservadora também está disponível.

Investimentos de longo prazo tem uma vantagem no que diz respeito ao risco que é diluído com o tempo. É possível arriscar um pouco mais na escolha do Plano de Previdência, caso seu perfil seja moderado.

 

Não é possível interromper o pagamento das mensalidades.

Mito. Se em algum momento houver dificuldades para continuar investindo mensalmente é possível solicitar a suspensão temporária das aplicações. O plano continuará ativo e o montante acumulado rentabilizando. Também existe a possibilidade de retomar com os aportes quando desejar e até mesmo fazer contribuições esporádicas.

 

A previdência Privada não rende nada.

Mito. Muitas pessoas escutam falar ou só tem conhecimento a respeito da previdência privada de bancos, tratada como um investimento padrão, com taxas altas e boas para o caixa bancário.

No entanto, hoje existem mais de 3000 fundos de previdência privada no Brasil e em torno de 100 fundos que podem render até 300% do CDI sem nada de ações dentro.

Uma das grandes vantagens é que esse tipo de investimento pode abater do Imposto de Renda, além de não entrar em inventário e não ter come cotas.

Não cultive essa crença limitante. A previdência privada é um produto rentável e que você pagará menos impostos ao final do plano.

 

Agora que você conhece os mitos e verdades sobre a Previdência Privada e as vantagens que essa modalidade de investimento oferece, já pode começar a investir.

1 Comentário

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *